sexta-feira, 20 de agosto de 2010



Compulsando todas aquelas perfeitas cores do céu, aquele sol que acabara de nascer, aquele calor penetrando minuciosamente em minha tez, aquela luz tão forte que parecia uma redenção do sol. Queria que aquele momento perdurace eternamente, que não houvesse lacunas, nada podia fitar meus olhos em outra coisa naquele momento. Queria ser assim como o sol! INTACTO. Tendo essa luz desmedida queria a toda hora precipitar a manhã pra reviver esse sonho outra vez, naqueles tardígrados minutos ainda estava profundamente anestesiada, uma sensação que em todos os momentos eu gostaria de sentir. Aquela luz que ameniza as mais terríveis dores, interrompe os piores pesadelos, cambaleia pessoas sans. Aquela luz inconfundível do intocado sol!

Um comentário:

  1. Liindoo, você tem o dom de escrever.
    Ficou lindo!
    Beiijos
    Sucesso !

    ResponderExcluir